segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Autonomia Veneto

Nesse domingo foi realizado o referendo para maior autonomia do Veneto e até o momento o SIM esta tendo mais de 98% de aprovação e como também sou um cidadão venetiano, sou totalmente favorável a essa maior autonomia pois vamos ter menos impostos indo para outras regiões e com isso mais investimentos na própria região e logicamente mais desenvolvimento. 

Abaixo uma noticia abordando o assunto.

fonte: https://www.publico.pt/2017/10/23/mundo/noticia/lombardia-e-veneto-votaram-para-pedir-mais-autonomia-a-roma-1789878



Votação esmagadora na Lombardia e no Véneto para pedir mais autonomia a Roma

As duas regiões foram chamadas às urnas este domingo, num referendo com carácter de consulta. Não se trata de uma segunda Catalunha, garantem os presidentes das regiões.
Roberto Maroni diz que esta não é uma repetição da Catalunha
Foto
Roberto Maroni diz que esta não é uma repetição da Catalunha LUSA/MATTEO BAZZI
As regiões italianas da Lombardia e do Véneto votaram este domingo a favor de uma descentralização do poder do Governo central, em virtude de conseguir mais autonomia em relação a Roma. De acordo com as primeiras estimativas dos resultados oficiais, mais de 90% das pessoas apoiam a defesa de mais poder para as regiões. Os números mais recentes citados pelo jornal italiano La Stampa mostram que o “sim” à autonomia em relação a Roma conquistou 95,3% das intenções de votos enquanto o “não” apenas 3,9%. Já os votos brancos reuniram 0,8% dos boletins.
Ambos os presidentes argumentam que as regiões do Norte de Itália, responsáveis por cerca de 30% do PIB italiano (a Lombardia é responsável por 20% e o Véneto, que inclui a turística cidade de Veneza, pelos restantes 10%), gastam a sua riqueza para sustentar as regiões do Sul.
De acordo com os primeiros números, a afluência às urnas na região do Véneto terá chegado aos 57%, quando o mínimo era de 50%. Já na Lombardia a participação foi menos expressiva, com cerca de 40% a acorrerem às urnas, ainda assim um número superior ao objectivo definido por Maroni (34%), detalha a Reuters. Conforme se lia nos boletins de voto, as regiões votaram “formas suplementares e condições particulares de autonomia”.
Os autores da consulta pretendem usar os resultados do referendo para negociar acordos financeiros com Roma, que acusam de ser responsável por “gastar” os impostos e responder com serviços públicos de baixa qualidade.
“Os nossos impostos deviam ser gastos aqui, não na Sicília”, argumenta um dos eleitores, Giuseppe Colonna, de 84 anos, em declaração à AFP. Por seu lado, os críticos do referendo lembram que referendos como o deste domingo implicam uma despesa de milhões de euros, desnecessária quando as regiões já têm previsto o direito constitucional de negociar directamente com Roma.
Ao contrário do referendo na Catalunha, que Madrid considerou ilegal, apesar de ser meramente consultivo, este escrutínio está previsto pela Constituição italiana. A consulta ganha dimensão por acontecer numa altura em que se discute a independência da Catalunha.
É, aliás, o presidente da Lombardia, Roberto Maroni, que aponta as diferenças em relação à Catalunha. “Nós queremos continuar na Itália, mas com mais autonomia, enquanto a Catalunha quer tornar-se o 29.º país da União Europeia. Nós, não. Pelo menos por agora”, afirmou em declarações à agência Reuters.
Alguns críticos do referendo acusam o movimento de ser meramente uma manobra de propaganda eleitoral que antecede as eleições gerais do próximo ano.
Giovanni Orsina, professor de História na Universidade de Luiss-Guido Carli, em Roma, avisa que um “sim” em força poderá recuperar a divisão entre Norte e Sul existente antes do século XIX.
A consulta foi marcada por algumas dificuldades técnicas nos boletins electrónicos, conta a imprensa italiana.

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Duas empresas do mercado internacional na minha carteira (Suíça e USA)

Neste mês finalmente adquiri uma empresa com sede na Suiça e hoje é uma das maiores seguradoras e resseguradoras  do planeta, inicialmente era americana mas foi vendida e apresente resultados fantásticos nos indicadores que julgo importantes, como ROE e Margem liquida alta, além de ter um crescimento constante em suas receitas. Essa empresa é a Chubb, ela possui escritórios em 54 países e fornece seguro de propriedade comercial e pessoal, seguro de acidentes pessoais e seguros de saúde suplementares, resseguro e seguro de vida.

A outra empresa que entrou na minha carteira internacional é a Nike, eu gosto muito de esportes e uma marca que tem uma relação muito forte com o esporte é a Nike, representa grandes jogadores de basket, tennis e futebol para ficar nos espotes mais populares e seus produtos tem excelente qualidade e beleza. Gosto também dos resultados financeiros e acredito que sua marca ainda pode ser mais valorizada no futuro, alias também tem presença em filmes, em uma das trilogias que mais gosto de filmes, De volta pro Futuro, qual era mesmo o tenis do Martin McFly? 

Fonte:http://financials.morningstar.com/income-statement/is.html?t=CB&region=USA&culture=en_US

Fonte:http://financials.morningstar.com/income-statement/is.html?t=NKE&region=USA&culture=en_US

 
 
 
 
Data Scroll
 
 
 
 
View
 
Rounding
 
 
 
 
Export
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Fiscal year ends in May 
USD in Million except per share data
Revenue
Cost of revenue
Gross profit
Operating expenses
Sales, General and adm...
Total operating expens...
Operating income
 
Other income (expense)
Income before taxes
 
Provision for income t...
Net income from contin...
 
Net income from discon...
Net income
 
Net income available t...
 
Earnings per share
Basic
Diluted
Weighted average share...
Basic
Diluted
 
EBITDA

TTM

2017-05

2016-05

2015-05

2014-05

2013-05
34,350
34,350
32,376
30,601
27,799
25,313
19,038
19,038
17,405
16,534
15,353
14,279
15,312
15,312
14,971
14,067
12,446
11,034
10,563
10,563
10,469
9,892
8,766
7,780
10,563
10,563
10,469
9,892
8,766
7,780
10,563
10,563
10,469
9,892
8,766
7,780
4,749
4,749
4,502
4,175
3,680
3,254
 
 
 
 
 
 
137
137
121
30
(136)
18
4,886
4,886
4,623
4,205
3,544
3,272
 
 
 
 
 
 
646
646
863
932
851
808
4,240
4,240
3,760
3,273
2,693
2,464
 
 
 
 
 
 
21
4,240
4,240
3,760
3,273
2,693
2,485
 
 
 
 
 
 
4,240
4,240
3,760
3,273
2,693
2,485
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
2.56
2.56
2.21
1.90
1.52
1.39
2.51
2.51
2.16
1.85
1.49
1.35
 
 
 
 
 
 
1,658
1,658
1,698
1,723
1,767
1,795
1,692
1,692
1,743
1,769
1,812
1,833
 
 
 
 
 
 
5,465
5,465
5,164
4,824
4,312
3,767

 
 
 
 
Data Scroll
 
 
 
 
View
 
Rounding
 
 
 
 
Export
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Fiscal year ends in December 
USD in Million except per share data
Revenues
Premiums
Investment income, net
Realized capital gains...
Total revenues
Benefits, claims and e...
Policyholder benefits ...
Policy acquisition and...
Selling, general and a...
Interest expense
Merger, acquisition an...
Other expenses
Total benefits, claims...
Income before income t...
 
Income tax (expense) b...
Net income
 
Net income available t...
 
Earnings per share
Basic
Diluted
Weighted average share...
Basic
Diluted
 

TTM

2016-12

2015-12

2014-12

2013-12

2012-12
32,313
31,469
18,987
19,171
19,261
17,936
28,756
28,749
17,213
17,426
16,613
15,677
2,998
2,865
2,194
2,252
2,144
2,181
559
(145)
(420)
(507)
504
78
32,313
31,469
18,987
19,171
19,261
17,936
26,081
26,519
15,691
15,684
15,023
14,960
647
588
543
517
515
521
5,777
5,904
2,941
3,075
2,659
2,446
3,310
3,592
2,289
2,265
2,211
2,096
607
605
300
280
275
250
2
9
15
15,740
15,828
9,609
9,532
9,363
9,647
26,081
26,519
15,691
15,684
15,023
14,960
6,232
4,950
3,296
3,487
4,238
2,976
 
 
 
 
 
 
(864)
(815)
(462)
(634)
(480)
(270)
5,368
4,135
2,834
2,853
3,758
2,706
 
 
 
 
 
 
5,368
4,135
2,834
2,853
3,758
2,706
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
11.51
8.94
8.71
8.50
11.02
7.96
11.42
8.87
8.62
8.42
10.92
7.89
 
 
 
 
 
 
468
463
326
336
341
340
472
466
329
339
344
343